Estudante de Direito bate a cabeça ao cair de escada e morre no litoral do Piauí

0
221

O estudante de Direito, Lacordeles Nunes Filho, 24 anos, morreu após cair de uma escada em uma casa de praia em Luís Correia, distante 338 km de Teresina. O jovem  sofreu traumatismo craniano ao escorregar e bater a cabeça. Ele foi socorrido com vida e morreu nesta terça-feira (02).

“Ele estava banhando na piscina, brincando com os amigos, foi subir molhado na escada, escorregou e bateu a cabeça. Os amigos prestaram os primeiros socorros e o levaram para o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda), em Parnaíba”, conta Lázaro Lemos, amigo da família.

A direção do Heda  informou que o paciente deu entrada na unidade hospitalar no dia 31 de dezembro, às 02h34, em estado gravíssimo, com Traumatismo Crânio-Encefálico (TCE). Após ser submetido a uma neurocirurgia de drenagem e descompressão de hematoma extradural, o paciente foi encaminhado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Sem sedação por aproximadamente 24 horas, ele apresentava quadro clínico de morte encefálica e veio a óbito após sofrer uma parada cardíaca.

“O pai e toda a família, assim como os amigos, estão muito abatidos com a perda dele. Ninguém esperava. Ele era muito extrovertido e gostava de brincar com todos. Um rapaz muito inteligente… havia sido aprovado recentemente no exame da Ordem e estava terminando a faculdade”, desabafa o amigo.

O corpo foi trazido para Teresina e está sendo velado na Igreja Presbiteriana da Piçarreira, zona Leste da Capital. O sepultamento acontecerá às 17h, no Cemitério Jardim da Ressurreição.

O jovem era estagiário na Defensoria Pública do Estado do Piauí que, por meio de nota, se solidarizou com a dor da família.

Lacordeles Nunes concluiria o curso de Direito em 2018.

Pai faz alerta

Lacordeles Nunes, pai do estudante, se emocionou ao relembrar do filho e fez um alerta para que os jovens tenham mais cuidado.

“Ele era um menino, um cidadão, um exemplo… todos os amigos estão no velório prestando solidariedade e fazendo com que eu tenha mais força para enfrentar essa situação. Lamento a morte prematura do meu filho e faço um alerta para que os jovens tenham mais cuidado. Peço que não subam escadas bêbados ou molhados para não ocorrer o que ocorreu com ele”, desabafou Lacordeles Nunes.

fonte:cidadeverde

aproveite e compartilhe isso!
publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here